GNU participa pela primeira vez de uma final de desporto aquático no Mundial de Natação

20 de junho de 2022

GNU participa pela primeira vez de uma final de desporto aquático no Mundial de Natação

Pela primeira vez na história, o Brasil e o Grêmio Náutico União (GNU) participaram de uma final de desporto aquáticos em um campeonato mundial de natação. A unionista Viviane Jungblut ficou em 7° lugar, com 16min13s89, na prova dos 1500m livre no Mundial de Budapeste, na Hungria. A prova foi nesta segunda-feira, 20.

 

1500m livre feminino 

Viviane Jungblut - 16m13s89 - 7º   

 

Convênio

O GNU em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) investe na formação de seus atletas através de recursos descentralizados da Lei 13.756/18.

 

A Lei nº 11.438/06 – Lei de Incentivo ao Esporte (LIE) –, como é mais conhecida, permite que recursos provenientes de renúncia fiscal sejam aplicados em projetos das diversas manifestações desportivas e paradesportivas distribuídos por todo o território nacional. Por meio de doações e patrocínios, os projetos executados via Lei de Incentivo ao Esporte atendem crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, além de garantir o suporte necessário para que aos atletas de alto rendimento possam participar e representar o Brasil em competições nacionais e internacionais. Mais do que um instrumento jurídico, trata-se de uma inovação e um avanço na consolidação do paradigma do esporte como um meio de inclusão social.

Usamos cookies para fornecer recursos dos nossos sistemas e melhorar a experiência do usuário. Para saber mais, leia a política de privacidade.

'